Design conceitual de lambreta coberta

Projeto conceitual de uma lambreta coberta (com proteção contra as intempéries), voltada principalmente ao uso urbano, para ir trabalhar, fazer compras e passeios curtos.

Propõe-se uma alternativa a veículos de transporte existentes, tais como:

  1. transporte público, de ônibus, que apresenta a vantagem do relativo baixo custo e como desvantagens a relativa falta de eficiência em termos de tempo de deslocamento, agilidade no trânsito e conforto, dentre outras;
  2. transporte privado, de automóveis, que apresenta como vantagens a privacidade para uma ou mais pessoas, o conforto e a autonomia, e como desvantagens o alto custo de aquisição e manutenção, a falta de praticidade em congestionamentos,  estacionamentos em áreas de alto tráfego e acessibilidade para pessoas de baixa renda, dentre outras;
  3. veículos de duas e três rodas, como lambretas e  motocicletas, cujas vantagens são, por exemplo, a maior agilidade no deslocamento no trânsito e a facilidade em estacionar, o menor consumo de combustível e custo de aquisição e manutenção (exceto no caso de modelos mais sofisticados), e cujas desvantagens são, principalmente, a exposição do(a) condutor(a) a variações climáticas, a intempéries e do corpo do(a) condutor(a) e acompanhante, no caso de colisões, o que leva à necessidade de uso de acessórios de proteção e segurança, tais como: vestimentas especiais, capacete, luvas, botas, dentre outros.

Cenas de uso

A concepção formal da lambreta “Mouse” baseou-se:

  1. na relação com a natureza: no camundongo, pela sua leveza, forma aerodinâmica e agilidade em deslocar-se e abrigar-se;
  2. na relação com um produto humano: no capacete de motocicleta, que protege a cabeça.

 

Trata-se de um triciclo coberto, com espaço para um(a) condutor(a) e uma área  de armazenamento atrás do banco.

A proposta agrega as principais vantagens dos sistemas de transporte anteriormente mencionados.

Este projeto foi desenvolvido por ocasião da participação da autora no Industrial Design Training Course, realizado na Japan International Design Promotion Organization (JIDPO), como bolsista da Japan International Cooperation Agency (JICA), com sede em Tóquio, Japão, no ano de 1986.